Poder

Prefeitura de Estreito é investigada por distribuir combustíveis em ato político

A Prefeitura de Estreito, comandada por Cicero Neco Morais, o Cicin, está no bojo de um Procedimento Preparatório Eleitoral que apura a suposta prática de abuso de poder econômico.

O Blog do Neto Ferreira teve acesso ao documento que mostra que o Ministério Público Eleitoral está investigando o abastecimento massivo de carros e motos em campanha eleitoral de um dos candidatos a prefeito de Estreito, o dr. Cássio.

Segundo o MPE, a distribuição de combustíveis ocorreu em posto de gasolina licitado pela Prefeitura de Estreito para veículos que estavam participando de carreata do candidato a prefeito, que é apoiado pelo atual gestor.

O caso pode configurar infração de natureza eleitoral.

A investigação está sob a responsabilidade do promotor de Justiça, Eduardo André de Aguiar Lopes, que requisitou à Comissão Permanente de Licitação de Estreito, que no prazo de 48h, encaminhe cópia do(s) contrato(s) de fornecimento de combustíveis para a frota municipal.

O representante do MPE pediu ainda que o gerente do posto de combustíveis IM encaminhe, no prazo de 48h, cópia das notas fiscais referentes ao abastencimento realizado no dia 16 de outubro 2020, pago pelo candidado a prefeito Dr. Cassio.

O PPE tem 60 dias para ser concluído.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários