Poder

Prefeito de S. J. do Paraíso paga fiança, é solto e responderá processo criminal na Justiça

O prefeito e candidato à reeleição de São João do Paraíso, Roberto Régis de Albuquerque, o Beto Régis, responderá na Justiça por crime de porte ilegal de arma de fogo.

O inquérito policial já foi finalizado pela Polícia Civil e encaminhado para a 1ª Vara Criminal de Porto Franco, onde tramitará o processo.

Beto Régis foi preso na última quarta-feira (4) pelo Grupo de Pronto Emprego (GPE), da Polícia Civil, por porte ilegal de arma de fogo.

A prisão ocorreu durante uma abordagem policial em uma estrada que dá acesso ao povoado Vão do Marco zona rural, da cidade São João do Paraíso.

A equipe policial realizou a busca a caminhonete Hilux Branca pertencente ao prefeito, que foi revistado e com ele foi encontrado um revólver de calibre 38.

Para não ficar preso, Beto Régis pagou fiança de R$ 3 mil e foi liberado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários