Poder

Prefeito de Icatu é investigado criminalmente por contratação irregular de servidores

O prefeito de Icatu, José Ribamar Moreira Gonçalves, está no bojo de um inquérito criminal instaurado pela Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ).

A Portaria obtida pelo Blog do Neto Ferreira mostra que o gestor virou alvo de investigação após supostamente praticar o crime de contratação irregular de servidor público sem prévia aprovação em concurso público.

O Procedimento Investigatório Criminal (PIC) está sob a responsabilidade do assessor especial da PGJ, promotor Carlos Henrique Brasil Teles de Menezes, e tem 90 dias para ser concluído.

O suposto cometimento de crime começou a ser investigado a partir da instauração da Notícia de Fato nº. 001964-500/2020. Em razão da necessidade de continuidade das investigações, a Procuradoria decidiu convertê-la em PIC para o aprofundamento da apuração dos fatos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários