Poder

PGJ instaura inquérito criminal contra prefeito de Imperatriz

A Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ) instaurou um inquérito criminal contra o prefeito de Imperatriz e candidato à reeleição, Assis Ramos.

Segundo a POrtatria divulgada no Diário Eletrônico do Ministério Público, o Procedimento Investigatório Criminal foi aberto após a conversão da Notícia de Fato nº. 031143-500/2019, que estava apurando a prática de possíveis lícitos previstos na Lei nº. 8.666/1993- lei de licitações atribuídos ao prefeito.

Devido a necessidade do aprofudamento das investigações foi instaurado o PIC.

A partir de agora, a PGJ tem 90 dias para concluir o inquérito. Nesse período, irá colher dados, documentos e provas a fim de comprovar as denúncias já protocolizadas no órgão ministerial.

O caso está sob a responsabilidade do assessor especial da Procuradoria Geral de Justiça, promotor Carlos Henrique Brasil Teles de Menezes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “PGJ instaura inquérito criminal contra prefeito de Imperatriz”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. jose alves

    infelizmente nas vesperas do pleito começam as investigações.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários