Poder

Felipe dos Pneus diz ser o novo, mas carrega histórico de acusação de corrupção

Em Santa Inês, cidade mais importante do vale do Pindaré, a disputa eleitoral parece correr diferente de todo o Brasil. Enquanto o país passa por uma lavagem na política, em Santa Inês a disputa apresenta um candidato que carrega sérias acusações de atos nada republicanos

Trabalho escravo, denúncias de corrupção de “rachadinhas” na Assembleia Legislativa e uma declaração de bens na qual consta uma fazenda avaliada em R$ 10.000,00 (dez mil Reais). Esses são apenas alguns pontos que relacionam Felipe dos Pneus.

Ao acessar a declaração de bens do candidato, publicada no site do TSE, nos deparamos com informações que despertam a curiosidade, a partir de valores depreciados. Felipe dos Pneus declarou à Justiça Eleitoral que é proprietário de duas fazendas, ambas no município de Governador Newton Belo, com as seguintes avaliações: Fazenda Paraíso, valor do bem R$ 10.017,50 e Fazenda Janaína, valor do bem R$ 25.550,00.

O pai do candidato Felipe dos Pneus (PR), Antônio dos Pneus, é envolvido com trabalho escravo em suas fazendas, inclusive já denunciado pelo Ministério Público do Trabalho, com trabalho escravo no Brasil moderno.

Hoje a campanha de Felipe, ex-namorado da prefeita ostentação, é baseada em ataques pessoais contra a honra de seu opositor, num projeto de “vale tudo pelo poder”.

Porém, Santa Inês já deu exemplo de que poder econômico não decide eleições, basta lembrar da tentativa de eleição de Luana Costa, tentativa de reeleição de Ribamar Alves e, por último, a atual prefeita, Vianey Bringel, que não conseguiu reverter o desgaste do fraco desempenho nos primeiros dois anos de gestão.

Apesar de tantas opções, a eleição de Santa Inês ficou polarizada entre dois candidatos:  de um lado o ex-prefeito Cabral, que tem em seu currículo obras construídas na cidade; do outro lado, Felipe dos Pneus, candidato do governo do estado que apresenta muita propaganda, principalmente nas redes sociais, mas nada de concreto realizado. Mesmo Felipe escondendo que é candidato de Flávio Dino e do presidente da Assembleia Othelino Neto, num claro gesto de ingratidão, a cidade toda sabe de sua ligação próxima.

Em Santa Inês, cidade mais importante do Vale do Pindaré, a disputa eleitoral parece correr diferente de todo o Brasil. Enquanto o país passa por uma lavagem na política, em Santa Inês a disputa apresenta um candidato que carrega sérias acusações de atos nada republicado.

Trabalho escravo, denúncias de “rachadinhas” na Assembleia Legislativa e uma declaração de bens na qual consta uma fazenda avaliada em R$ 10.000,00 (dez mil reais). Esses são apenas alguns pontos que relacionam Felipe dos Pneus.

Ao acessar a declaração de bens do candidato, publicada no site do TSE, nos deparamos com informações que despertam a curiosidade, a partir de valores depreciados. Felipe dos Pneus declarou à Justiça Eleitoral que é proprietário de duas fazendas, ambas no município de Governador Newton Belo, com as seguintes avaliações: Fazenda Paraíso, valor do bem R$ 10.017,50 e Fazenda Janaína, valor do bem R$ 25.550,00.

O pai do candidato Felipe dos Pneus (PR), Antônio dos Pneus, é envolvido com trabalho escravo em suas fazendas, inclusive já denunciado pelo Ministério Público do Trabalho, com trabalho escravo no Brasil moderno.

Hoje a campanha de Felipe, ex-namorado da prefeita ostentação, é baseada em ataques pessoais contra a honra de seu opositor, num projeto de “vale tudo pelo poder”.

Porém, Santa Inês já deu exemplo de que poder econômico não decide eleições, basta lembrar da tentativa de eleição de Luana Costa, tentativa de reeleição de Ribamar Alves e, por último, a atual prefeita, Vianey Bringel, que não conseguiu reverter o desgaste do fraco desempenho nos primeiros dois anos de gestão.

Apesar de tantas opções, a eleição de Santa Inês ficou polarizada entre dois candidatos:  de um lado o ex-prefeito Cabral, que tem em seu currículo obras construídas na cidade; do outro lado, Felipe dos Pneus, candidato do governo do estado que apresenta muita propaganda, principalmente nas redes sociais, mas nada de concreto realizado. Mesmo Felipe escondendo que é candidato de Flávio Dino e do presidente da Assembleia Othelino Neto, num claro gesto de ingratidão, a cidade toda sabe de sua ligação próxima.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários