Poder

Prefeitura de São Luís comprou EPIs superfaturados de oficina mecânica, diz Polícia Federal

Investigação da Polícia Federal identificou que a Prefeitura de São Luís, administrada por Edivaldo Holanda Júnior, comprou 240 mil máscaras cirúrgicas de uma oficina mecânica.

Segundo as informações, o fato foi descoberto após o compartilhamento de provas obtidas na operação Cobiça Fatal, que também teve como alvo a saúde municipal.

Ainda de acordo com a PF, há indícios de que houve a repetição do modus operandi criminoso de superfaturamento na aquisição de máscaras triplas em outro processo de compra da Secretaria Municipal de Saúde e por isso instaurou-se uma nova investigação.

Durante o andamento do inquérito policial, foram verificados pela Controladoria Geral da União indícios de superfaturamento na compra de mais 240.000 mil máscaras pela SEMUS de São Luís no valor unitário de R$ 7,50.

Considerando os preços médios praticados no mercado nacional em período de pandemia, tem-se um superfaturamento de mais de 100 %, podendo chegar, no caso concreto, a um prejuízo de mais de um milhão de reais. Identificou-se ainda que as empresas vencedoras e que concorreram entre si pertencem ao mesmo grupo familiar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários