Poder

Contrato de R$ 6,7 milhões da Prefeitura de Codó é alvo de investigação por fraude

Prefeito de Codó, Francisco Nagib.

A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Codó instaurou um inquérito para apurar indícios de fraude em uma licitação de combustível da Prefeitura de Codó, administrada por Francisco Nagib.

A investigação está sob a responsabilidade do promotor de Justiça Carlos Augusto Soares.

Segundo o documento obtido pelo Blog do Neto Ferreira, estava tramitando na Promotoria de Codó Notícia de Fato SIMP 001017-259/2020, cujo objetivo era apurar supostas práticas de má aplicação de recursos públicos, de corrupção ou até improbidade administrativa, no âmbito da Prefeitura codoense, no processo de licitação pública que visou a contratação de fornecimento de combustível que envolve o Posto Minas, que tem como razão social: K Louis Albuquerk.

A reportagem apurou que o contrato firmado entre a empresa e a gestão de Nagib girou em torno de R$ 6,7 milhões.

Em razão da necessidade do aprofundamento das investigações sobre as irregularidades, o Parquet converteu a Notícia de Fato em Inquérito Civil.

Entre os principais pontos que serão analisados na contratação, estão o possível direcionamento da licitação e o sobrepreço.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Contrato de R$ 6,7 milhões da Prefeitura de Codó é alvo de investigação por fraude”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Dinamica

    So tem roubo ai nesse codo.
    Procurem ver a aquisicao do livro da cidade, quase 1,5 milhoes em uma crise dessa.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários