Poder

Empresa alvo de operação é contratada por R$ 4,7 milhões na Prefeitura de Codó

Alvo da operação Imperador I, deflagrada pela Polícia Civil em 2015, a Construservice Empreendimentos e Construções foi contrtada pela Prefeitura de Codó por cifras milionárias.

Segundo informações, o contrato é para pavimentação asfáltica de ruas da cidade.

O valor do serviço foi orçado em R$ 4.761.622,74 milhões. O acordo contratual é de 12 meses.

A Construservice fica localizada em Codó e tem como sócios Rodrigo Gomes Casanova Júnior e Adilton da Silva Júnior.

Em março de 2015, a Construservice foi alvo da Operação Imperador I, deflagrada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), da Polícia Civil, como desdobramento da Operação Detonando, desencadeada após o assassinato do jornalista e blogueiro Décio Sá.

Durante a ação, Rodrigo Gomes Casanova Júnior foi preso pela Seic por participar de um grupo investigado por agiotagem e fraude em licitações no Maranhão, assim como teve bens bloqueados.

Além dessa prisão, o empresário já foi detido quatro vezes pela Polícia Civil do Maranhão, em operações contra a Máfia da Agiotagem.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários