Poder

Câmara de Imperatriz contratou instituto em nome de “laranja”, aponta relatório

A 1ª Promotoria de Justiça Especializada de Imperatriz instaurou um inquérito para apurar contratação de Instituto pela Câmara de Vereadores de Imperatriz, comandada pelo vereador José Carlos.

A Casa Legislativa contratou o Instituto Coelho Neto, que fica em São Luís, para realizar o concurso público do órgão pelo valor de R$ 448.181,81 mil.

Documento obtido pelo Blog do Neto Ferreira mostra que após análise preliminar de documentos relativos ao Pregão Presencial nº 002/2020, foram identificadas irregularidades relacionadas à qualificação técnica da empresa.

A investigação baseada no Relatório de Análise de Vínculo produzido pelo GAECO, através do Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro – LAB/LD, aponta que há fortes indícios de que os sócios e responsáveis pelo Instituto podem ser “laranjas”.

A reportagem apurou que o Instituto é cadastro na Receita Federal em nome de Whender Lima da Silva. As investigações estão a cargo da promotora de Justiça Nahyma Ribeiro Abas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários