Poder

Assembleia aprova projeto que diminui pena de presos que lerem livros da Bíblia

Um projeto de lei aprovado pela Assembleia Legislativa do Maranhão (Alesp) vai diminuir a pena de presidiários que lerem livros da Bíblia. O projeto foi apresentado pela deputada estadual Mical Damasceno (PTB) e foi aprovado com a totalidade dos votos dos parlamentares presentes.

Conforme o projeto da deputada, a Bíblia deve estar, de forma obrigatória, no acervo de todos os estabelecimentos penais do Maranhão, onde a sua leitura também contará para redução de pena.

“A Bíblia sempre foi agente de transformação na vida das pessoas. Ela é o nosso alicerce, servindo de base, inclusive, para muitas constituições democráticas, à exemplo da nossa Carta Magna de 1988. O Evangelho de Cristo e a ministração da Palavra têm feito a diferença na vida de muitos detentos, por meio do trabalho missionário que é feito nos presídios”, justificou a deputada.

Pelo projeto de lei, a remição pela leitura vai permitir que o preso já condenado, a cada leitura de uma obra, reduza quatro dias de pena da sua condenação, possuindo o limite de 12 obras por ano.

“Nada melhor do que permitir também que a Bíblia ajude na redução de pena e, consequentemente, seja meio de transformação na vida daqueles que desejam mudar suas vidas durante e após o cumprimento de sua pena”, destacou a parlamentar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Assembleia aprova projeto que diminui pena de presos que lerem livros da Bíblia”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Francisco de Atola até o talo da Silva

    Projeto de lei em matéria de Direito Penal apresentado na Assembleia Estadual😱😱😱😱😱😱😱😱😱😱😱😱😱😱😱😱😱😬😬😬😬😬😬😬😬. Direito Penal é matéria de competência da União.

  2. Zeca

    De onde essa imbecil tirou essa ideia? Agora tudo quanto é preso irão fingir que estão lendo a Biblia pra ter a pena reduzida.Pior é que ainda tem uns ignorantes que vão nessa onda.

  3. junior

    Quando li o titulo pensei, só pode ser ideia de Mical, e bingo acertei, essa deputada é uma vergonha para o Maranhão, e acredito que essa lei seja inconstitucional, pois a Lei de Execução Penal é federal.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários