Poder

Todos os 217 municípios do Maranhão tem casos confirmados de coronavírus

Segundo a última atualização do boletim epidemiológico da Secretária de Estado da Saúde (SES), todos os 217 municípios do Maranhão tem casos confirmados de covid-19. Nesta quinta-feira (15), depois de 3 meses e 26 dias do primeiro caso notificado no estado, a última cidade que não possuía casos confirmados, Lagos do Mato, registrou o primeiro.

Também segundo dados da SES, as cidades que mais tem casos confirmados são? São Luís (14.734), Imperatriz (4.507), Santa Inês (3.821), Açailândia (2.788), Bacabal (2.724) e Zé Doca (2.590).

O boletim informa que o estado tem 104.126 casos confirmados de coronavírus e 2.608 óbitos. Nas últimas 24h, foram notificadas 36 novas mortes e 1.657 casos de Covid-19. O interior do estado contabilizou 1.526 novos casos, Imperatriz registrou 19 e a Ilha de São Luís teve 112.

Também segundo o boletim, dos mais de 104 mil casos confirmados, 14.459 ainda estão ativos. Desses, 13.823 estão em isolamento domiciliar, 349 internados em enfermaria e 287 em leitos de UTI.

O estado já contabiliza 87.059 pessoas recuperados do coronavírus. Ao todo, já foram realizados 222.241 testes.

De acordo com informações da SES, os 36 novos óbitos registrados, aconteceram nas seguintes cidades: Paço do Lumiar (1), Vitória do Mearim (1), Santa Rita (1), Governador Nunes Freire (1), Chapadinha (1), Matões (1), Olinda Nova do Maranhão (1), Santo Amaro (1), Santa Inês (1), Colinas (1), Balsas (1), Santa Quitéria (1), Caxias (2), Pedreiras (2), São José de Ribamar (2), Arari (2) e São Luís (16).

Dos novos óbitos registrados no estado, nenhum aconteceu nas últimas 24h. Todos são de dias e/ou semanas anteriores que aguardavam o resultado do exame laboratorial para Covid-19.

O boletim informa também que, das pessoas que morreram, 62% são masculino e 38% feminino, a faixa etária com maior número de mortes é acima de 70 anos, com 87% apresentando comorbidades, sendo as principais hipertensão arterial e diabetes mellitus.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários