Poder

Quatro pessoas são presas por participar da morte dos pais do deputado Cléber Verde

A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) prendeu nesta quinta-feira (23) quatro pessoas suspeitas de participar do duplo latrocínio dos pais do deputado federal Cléber Verde (Republicanos), no interior do estado. Os mandados de prisão e busca e apreensão foram cumpridos na zona rural dos municípios de Turiaçu e Turilândia.

Os suspeitos estão sendo ouvidos pela Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI). De acordo com o delegado Guilherme Campelo, com a prisão dos suspeitos, a polícia conseguiu ter acesso a mais detalhes sobre a dinâmica do crime e também foi reforçada a linha de investigação que aponta que o casal foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte).

Na semana passada, outras três pessoas já haviam sido presas pela polícia em São José de Ribamar e em Turiaçu. Dentre elas, um adolescente de 19 anos, que confessou ter participado do homicídio, e, um casal. Segundo a polícia, Fábio Cardoso, o ‘Fabinho’, que seria o líder do grupo criminoso, foi morto em confronto com policiais logo após o crime.

“Os elementos que a Polícia Civil já tinha foram reforçados com mais diligências ocorridas após a última prisão das duas pessoas. Tivemos mais indícios, mais elementos da participação desses outros sujeitos, que reforçam a linha de investigação do inquérito policial que o bando é suspeito de praticar vários assaltos na região, que era liderado pelo Fabinho, que morreu em confronto com a polícia logo no início da resposta”, disse o delegado.

O duplo homicídio
O crime aconteceu no fim da tarde dessa terça-feira (14). A mãe e o pai do deputado federal Cléber Verde (Republicanos) estavam sozinhos na fazenda em que moram, em Turiaçu, quando foram mortos.

Graça Cordeiro Mendes tinha 70 anos e foi morta dentro da fazenda com golpes de arma branca e pauladas. Já o pai do deputado, Jesuíno Cordeiro Mendes, foi morto a tiros e arma branca. O corpo dele foi encontrado na manhã desta quarta (15), em uma área de matagal.

“A mãe morreu no interior da residência. Já o pai se encontrava trabalhando em uma cerca, fazendo reparos, quando deve ter ouvido barulhos e tentou se aproximar da casa e, certamente, foi atingido e tentou fugir da ação dos criminosos, caindo em uma área de matagal. Sendo encontrado já no dia de hoje”, explicou o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários