Poder

Promotoria abre procedimento para apurar compra de EPI’s em Lagoa Grande

A 1ª Promotoria de Lago da Pedra instaurou um procedimento administrativo contra a Prefeitura de Lagoa Grande para apurar a compra de EPI’s durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A investigação está sob a responsabilidade do promotor Lúcio Leonardo Feliz Gomes.

Segundo informações, a Prefeitura de Lagoa Grande contratou a empresa M.Z de Sousa Bezerra Eireli, sem licitação, pelo valor de R$ 22.736,25 mil.

O objeto do contrato é o fornecimento de materiais de EPI’s para atender a demanda dos hospitais do Município.

O promotor Lúcio Leonardo quer ter acesso a todos os documentos relativos ao processo licitatório.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários