Poder

Pleno do Tribunal afasta juiz apontado como integrante de golpe de heranças milionárias

O juiz da 3ª Vara Cível de São José de Ribamar, Márcio José do Carmo Costa, foi afastado pelo Tribunal de Justiça do Maranhão.

Em maio, o magistrado foi um dos denunciados por participação em um golpe de heranças milionárias (reveja aqui). O caso veio à tona durante uma reportagem veiculada no Fantástico, da TV Globo.

De acordo com as informações que foram ao ar, foi montado um esquema criminoso que usa a justiça para limpar contas bancárias. O golpe cria herdeiros para pessoas que já morreram e assim entram com ações no Judiciário para obter as heranças milionárias. O advogado maranhense que representa os falsos herdeiros é Gustavo Simião. Ele também é ex policial militar.

Segundo a reportagem, o advogado usou uma assinatura de uma pessoa morta para receber R$ 3 milhões de uma freira do Rio de Janeiro, que também já faleceu e deixou o valor para um Instituto de caridade. O processo que liberou a quantia foi julgado pelo juiz Márcio José, de São José de Ribamar.

Além do afastamento, o Pleno do TJMA decidiu instaurar um Procedimento Administrativo Disciplinar contra José Márcio.

Os autos também serão compartilhados com a OAB-MA.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Pleno do Tribunal afasta juiz apontado como integrante de golpe de heranças milionárias”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. José Iran

    O Congresso está mais preocupado com a liberdade de expressão pelas redes sociais e de proposito esquece que Juizes não são semideuses e, devedia votar a demissão sumária,com ressarcimento de maus juizes,e,não os aposentar com salários de 30 mil.Um verdadeiro absurdo.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários