Poder

Vídeo revela que veículo não estava no local da morte do sobrinho de Sarney

Imagens divulgadas pela família de Ayrton Campos Pestana mostram que no horário em que o publicitário Diogo Costa Campos, sobrinho do ex-presidente José Saney, foi assassinado, o carro Fiat Argo vermelho estava na porta da oficina do pai do suspeito.

Com o vídeo obtido das câmeras de segurança da Avenida Venceslau Brás, na Camboa, os familiares tentam provar a inocência de Ayrton.

Na gravação, é possível verificar que o carro apontado pela polícia como pivô da morte sai apenas para abastecer no posto Mar Azul na mesma avenida, minutos depois do tiro que tirou a vida do publicitário, por volta das 11h37.

Em depoimento, o acusado negou a autoria do crime e disse que estava trabalhando no momento do assassinato. Ele alegou ainda que o carro do seu pai havia sido clonado.

As imagens já estão com a polícia, que já iniciou a perícia.

Na terça-feira (16), o publicitário Diogo Campos, sobrinho de Sarney, foi alvejado com um tiro e morreu após uma discussão no trânsito devido a uma quase colisão.

A polícia informou que Diogo desceu e foi até o outro carro, momento em que foi atingido por uma bala no pescoço e morreu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários