Poder

PF diz que máscaras foram superfaturadas em R$ 2,3 milhões na Semus de São Luís

Investigação da Polícia Federal aponta superfaturamento na compra de 320 mil máscaras pela Secretaria Municipal de Saúde de São Luís – SEMUS.

Na manhã desta terça-feira (9), a pasta comandada por Lula Fylho foi alvo de uma operação Cobiça Fatal, deflagrada pela PF e Controladoria Geral da União (CGU), que tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa voltada para fraude em licitações Com o intuito de desviar verbas públicas federais que seriam utilizadas no combate ao novo coronavírus em São Luís.

Segundo a Polícia Federal, a Semus comprou cada máscara pelo valor unitário de R$ 9,90. Considerando que o preço médio praticado no mercado nacional é de R$ 3,17, tem-se um superfaturamento aproximado de R$ 2.306.600,00 milhões.

Não bastasse isso, documentos que robustecem a investigação, demostram que, poucos dias antes do processo de dispensa de licitação, a Prefeitura de São Luís, por meio da própria SEMUS, havia contratado o fornecimento de máscaras do mesmo modelo junto a outra empresa pelo de R$ 2,90 a unidade, totalizando a quantia de R$ 980.000,00, perfazendo a diferença de mais de 341%.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “PF diz que máscaras foram superfaturadas em R$ 2,3 milhões na Semus de São Luís”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Jorge Duallibe

    Tem dedo de RONALLDO LOPES LIMA

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários