Poder

Flávio Dino tem o dever moral de exonerar Jefferson Portela

Governador Flávio Dino ao lado do seu subordinado, secretário Jefferson Portela.

Governador Flávio Dino ao lado do seu subordinado, secretário Jefferson Portela.

O Sistema de Segurança Pública Estadual perdeu totalmente a credibilidade perante a sociedade maranhense após ação desastrosa que culminou com a injusta prisão na terça-feira (16), do jovem Ayrton Pestana.

Ayrton foi acusado de forma erronia como assassino do publicitário Diogo Campos, neto do ex-presidente José Sarney, mas dias após o laudo do Instituto de Criminalística (Icrim) o inocentou.

A prisão absurda de um inocente, que teve sua reputação destruída, deve-se no minuto levar a exoneração do secretário de Segurança Pública do Estado do Maranhão, delegado Jefferson Portela.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), tem o dever moral – como chefe maior do Executivo -, de adotar uma medida enérgica e trocar seu subordinado como uma resposta a sociedade, que tem acompanhado o lamentável episódio.

Por muito menos, o secretário de Seguranca Pública do Maranhão, Celso Seixas, foi exonerado do cargo no ano de 1995 após ação policial da qual prendeu três assaltantes que foram espancados por PMs em frente às câmaras da TV, inclusive, foi aberta uma sindicância para apurar a responsabilidade dos envolvidos.

O Estado deve manter uma postura intransigente na luta contra a marginalidade, mas não admitir, em hipótese alguma pelos órgãos da Segurança Pública, o cometimento de arbitrariedades e abuso de autoridade no que refere-se a prisão do inocente Ayrton Pestana.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

7 comentários em “Flávio Dino tem o dever moral de exonerar Jefferson Portela”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. José Alves

    Atos de perseguição e investigações precipitadas é a especialidade de Jeferson Portela.
    Acabaram com a vida do rapaz.
    Primeiro se investiga depois pede as medidas cautelares.
    Fizeram ao contrário pediram a prisão para depois investigar.
    Isso é abuso de autoridade.
    KD o ministério público???
    KD a OAB???????
    KD a defensoria pública???????

  2. Zeca

    Que Jeferson Portela é incompetente? Isso o Maranhão todo sabe ha muito tempo. Que Flavio Dino Acoberta a incompetencia do secreatrio de segurança? Isso todo mundo sabe tbm. Ai a pergunta! Vai esperar o que desses dois patetas?

  3. duquenilson almeida

    Ainda quer ser prefeito um doido desse

  4. Antonio José

    Seu Blog, tem, tb, o “dever moral” de apagar algumas postagens relacionadas ao caso, principalmente, a que o expõe esse rapaz com o fardamento da Penitenciária de Pedrinhas.

  5. Tuntum

    Tuntum-MA.
    Prescisa de Câmeras de Segurança, umas 5 – Câmeras nos locais mais.movimentados da Cidade, vai ajudar na Segurança de Tuntum, muitos Crimes de Pistolagem e Assaltos, mais Polícias nas ruas.

  6. José Iran

    Esse é imexível,duvido que o governador o demita.

  7. João

    Infelizmente, a polícia do MA gosta de espetacularizar qualquer ação.

    O rapaz se apresentou de livre e espontânea vontade, tinha emprego fixo, endereço certo, sem antecedentes. Pra que mandar pra pedrinhas ?

    Só um idiota se apresentaria de forma espontânea sendo culpado e ainda dentro do prazo do flagrante.

    Mas, no MA é assim, primeiro prende, a mídia detona a imagem e depois se investiga.

    Se tiver um bom advogado, vai ganhar é uma boa indenização do Governo. Agora o Sec de Segurança ser exonerado ? Só no dia que Flávio Dino for presidente. Nunca.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários