Poder

Em meio à pandemia, praias ficam lotadas no Maranhão

Epicentro do novo coronavírus (Covid-19), no Maranhão, com 106.13 casos e 568 mortos, São Luís tem mostrado total desrespeito às vítimas da doença. Neste domingo (7) foi um exemplo claro disso.

Praias da região metropolitana da capital maranhense ficaram completamente lotadas de banhistas. Todos descumprindo o isolamento social e as medidas sanitárias recomendadas pelos órgãos de Saúde.

Na praia do Meio, no Aracagy, em São José de Ribamar, foram flagrados inúmeros veículos com pessoas consumindo bebidas alcoólicas, bares abertos, aglomerações com som automotivo.

Na Avenida Litorânea, localizada na praia do Calhau, a situação foi bem parecida. Muitas pessoas aglomeradas e sem se preocupar com as medidas de distanciamento e, a maioria delas, sem o uso de máscaras, o que é proibido no Maranhão.

O caso viralizou nas redes sociais e gerou muitas críticas por parte dos internautas.

Em razão disso, a Polícia Mirar e SMTT foram até a praia do Meio para ordenar o desligamento dos sons automotivos e dispersar os frequentadores. Os donos dos bares foram advertidos.

Ainda neste domingo, um restaurante “improvisou” para atender clientes na areia da praia de São Marcos, próximo ao Espigão Costeiro de São Luís, na Ponta d’Areia, região nobre da capital.

Nessa semana, o governador Flávio Dino aumentou a flexibilização da quarentena e liberou o funcionamento de vários comércios de atividades não essenciais, como bares e restaurantes. Com isso, o final de semana foi marcado por jogos de futebol, campeonatos de pipa e praias lotadas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários