Poder

Abdon Murad está proibido de sair de São Luís e é obrigado a usar tornozeleira eletrônica

O médico e empresário Abdon Murad Júnior está proibido sair de São Luís e é obrigado a usar tornozeleira eletrônica.

As determinações foram dadas pelo Poder Judiciário, que atendeu ao pedido da Polícia Civil e Ministério Público.

Está em curso na Superintendência de Polícia Civil da Capital – SPCC (Delegacia Especializada de Defraudações e do 4⁰ DP do Vinhais), e no Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil do Maranhão – LAB-LD, investigações contra o médico pelos crimes de estelionato, crimes contra a economia popular, entre outros.

Abdon Murad terá que entregar o passaporte, a proibição de deixar a sede da Comarca e o uso de tornozeleira eletrônica.

O empresário é dono da Abdon Murad Júnior Participações e Empreendimentos, que foi usada para captar recursos milionários de terceiros sob o pretexto de investir no mercado de capitais.

Estima-se que o esquema possa ter movimentado cifras na ordem de centenas de milhões de reais, com capacidade para ser considerada uma das maiores pirâmides financeiras de que se tem conhecimento.

Não é possível nesta fase da investigação se estimar o número de vítimas.

As investigações continuam de forma a identificar o destino dos valores arrecadados pelo médico sob o pretexto de investimento no mercado financeiro.

Ressalte-se que, a medida cautelar deferida não constitui antecipação de culpa, posto tratar-se de fato complexo, sendo cogente averiguar-se de forma minuciosa a real dimensão do envolvimento do aludido investigado e eventuais envolvidos.

Abdon Murad acumula uma série de derrotas no poder Judiciário maranhense em virtude do calote dado aos investidores (reveja aqui, aqui, aqui, aqui e aqui).

Estima-se que o empresário foi condenado a pagar mais R$ 10 milhões às vítimas.

Está em andamento também outra investigação contra o chefe da pirâmide. No começo do ano, a Polícia Federal instaurou um inquérito para apurar o esquema financeiro (relembre).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários