Poder

Prefeitura de São Luís é acusada de estocar milhares de máscaras em Almoxarifado

Enquanto o sistema de saúde de São Luís fica à beira de um colapso, a Prefeitura da capital estoca Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) no Almoxarifado Central da Secretaria Municipal de Saúde em meio à pandemia da Covid-19.

A denúncia foi feita pelo vereador Umbelino Júnior.

Segundo relatos, materiais que deveriam ser distribuídos nas unidades hospitalares municipais para os profissionais de saúde estavam guardados.

Em consulta ao relatório de entrada e saída de materiais do Almoxarifado, foi constatado que, entre abril e o início de maio, apenas o Hospital da Mulher e o SAMU receberam 419 aventais impermeáveis para ser usado durante o atendimento aos pacientes.

E para a UPA da zona rural, os Hospitais Socorrões 1 e 2 e demais postos de saúde não foi autorizada a entrega dos EPIs.

No sistema do Almoxarifado há informações de que nos meses de abril e maio foram contabilizadas 24.750 mil máscaras. Além disso, no estoque havia cerca de 45 mil unidades de máscara N95, aproximadamente 59 mil máscaras cirúrgica descartável e 2.725 aventais impermeáveis.

Em consequência disso, muitos profissionais que atuam na linha de frente do combate à doença estão sendo contaminados e reclamam da baixa qualidade do equipamentos recebidos por eles da Prefeitura.

Outro ponto que vale destacar é a compra de 270 mil máscaras cirúrgicas descartáveis tripla, filtragem superior a 95% em não tecido feita pela gestão de Edivaldo Holanda Júnior. O valor das unidades chegou a R$2,6 milhões.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Prefeitura de São Luís é acusada de estocar milhares de máscaras em Almoxarifado”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Anaildo

    O interesse não é proteger o povo maranhense, mas sim arrecadar dinheiro federal…..

  2. José Alves

    Kd a polícia federal aqui do Maranhão?????????????
    KD o ministério público????????

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários