Poder

Investigada por desvio de dinheiro, RC Nutry faturou R$ 79,7 milhões na gestão de Edivaldo

Alvo de uma investigação por superfaturamento e desvio de dinheiro em um contrato de R$ 13 milhões na Prefeitura de Paulínia, no Estado de São Paulo, a RC Nutry Alimentação chegou a São Luís faturando alto.

Levantamento do Blog do Neto Ferreira apurou que em 2017 a empresa especializada no fornecimento de merenda escolar teve o nome no bojo de um processo instaurado pelo Ministério Público de São Paulo que tinha o objetivo de investigar o direcionamento e o superfaturamento de um contrato milionário celebrado entre a Prefeitura da cidade de Paulínia e a RC Nutry.

O juiz da 1° Vara Cível de Paulínia, Carlos Eduardo Mendes, chegou a suspender os pagamentos direcionados à empresa.

Na mesma época, a RC foi contratada pela Secretaria Municipal de Educação de São Luís, que era comandada por Raimundo Moacir Mendes Feitosa, para fornecer merenda escolar pelo valor de R$ 49,4 milhões.

No entanto, a RC Nutry já movimentou bem mais do que o valor mencionado acima.

A reportagem verificou no Portal da Transparência da Prefeitura de São Luís que foram pagos em quase três anos o montante de R$ 79,7 milhões à fornecedora.

A quantia milionária é fruto de vários aditivos contratuais, pois a vigência do primeiro contrato era até março de 2018.

A RC Nutry é administrada por José Carlos Geraldo e Spero Participações S/A, que tem como representante legal Francisco José Coelho Freitas.

Contrato celebrado entre a Prefeitura de São Luís e a RC Nutry


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários