Poder

Fábio Gentil é alvo de inquérito por usar verbas da Prefeitura para fazer promoção pessoal

A 1ª Promotoria de Justiça de Caxias instaurou um inquérito civil para apurar o uso de verbas públicas em propaganda pessoal do prefeito da cidade, Fábio Gentil.

Para o Parquet, há indícios de utilização do domínio público institucional da Prefeitura de Caxias para a divulgação de notícia acerca da vitória eleitoral de 3 anos de Gentil.

“A matéria veiculada não apresenta caráter educativo, informativo ou de orientação. A promoção pessoal política é ilegal e vai de encontro aos princípios constitucionais da moralidade e impessoalidade”, afirmou o promotor que assina o processo, Francisco de Assis da Silva Júnior.

Ainda de acordo com o MP, a conduta do prefeito pode configurar ato de improbidade por dano ao erário, bem como o locupletamento ilícito, além de ato contrário aos princípios administrativo.

A investigação acerca do fato iniciou após a abertura de uma Notícia de Fato, que foi convertida em Inquérito depois de fortes indícios de atos irregulares.

Serão colhidas provas, como depoimentos, certidões, para dar prosseguimento ao inquérito.

Caso seja comprovado o uso de dinheiro público na promoção pessoal de Fábio Gentil, o procedimento se transformará em uma Ação Civil Pública.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários