Poder

Dino diz que cloroquina é falsa polêmica para Bolsonaro fugir de outras obrigações

O governador do Maranhão, Flávio Dino, disse nesta quarta (20) que o novo protocolo da cloroquina, que expande o uso da droga para casos leves de coronavírus, já vem sendo aplicado no Estado, a critério do médico. Para ele, o protocolo é uma “falsa polêmica” e Jair Bolsonaro só insiste no tema porque foge do verdadeiro debate sobre a covid-19, que envolve executar ações para mitigar os danos da pandemia. “O principal é a capacidade hospitalar e prevenção social”, disse.

“É uma falácia puramente ideológica do presidente que insiste na polêmica da cloroquina porque não quer enfrentar o coronavírus de verdade. A cloroquina e outros remédios estão disponíveis no Maranhão há dois meses. Não é governador, presidente, general, seja lá quem for, que dita a conduta médica. (…) É muito barulho por nada. A cloroquina pode ser dada ou não. O debate nacional não é esse. O debate nacional sério é a prevenção, medidas sociais, uso de máscaras, cumprimento de normas sanitárias, expandir leitos e respiradores.”

Dino disse à CNN Brasil que, “em termos prático, essa confusão que Bolsonaro criou com a cloroquina é perda de tempo e energia. Os médicos que quiserem prescrever, vão prescrever. Os que não quiserem, não há força humana que vá obrigar o médico a fazer algo em que ele, tecnicamente, não acredita.”

Jornal GGN


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Dino diz que cloroquina é falsa polêmica para Bolsonaro fugir de outras obrigações”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Anaildo

    Flávio Dino vive obcecado pelo Bolsonaro enquanto os maranhenses morrem pela pandemia, o único governador do Brasil que foi eleito para tentar governar a vida do presidente……só que não.

  2. José Iran

    Anaildo,ele quer exatamente isso:mídia.Nem que para isso morram milhares de maranhenses.Ele e Edvaldo deveriam ir à Teresina-PI,para aprenderem como se trata da Covid,pois lá a mortalidade é baixíssima.Ele bate no Presidente para parecer ser candidato à Presidencia em 2022 só que,nem os votos do maranhão que ele teve não tem mais,imagina no resto do Brasil.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários