Poder

Maranhão enfrenta surto de H1N1 em meio à crise do coronavírus

O deputado federal Eduardo Braide (Pode-MA) enviou ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ofício solicitando que a campanha de vacinação contra a H1N1 seja antecipada no Maranhão para o dia 23 de março. O estado enfrenta um surto da gripe.

ALERTA EM DOBRO

Até o dia 7 de março, 179 casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) foram confirmados no Maranhão, de acordo com dados obtidos pela Sociedade de Puericultura e Pediatria do estado. Desse total, 23 foram confirmados para influenza e 139 estão em investigação. No ano de 2019, foram registrados 34 casos de SRAG.

SEM ESPAÇO

“Todo mundo está preocupado, com razão, com o coronavírus, mas temos que voltar nossa atenção para a prevenção da H1N1 no Maranhão. Nossos leitos de UTIs já estão todos ocupados por idosos e crianças”, afirma Braide.

Da Folha de São Paulo


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários