Poder

Pedido de cassação contra Edivaldo Holanda Júnior é arquivado pelo TSE

Em uma sessão realizada nesta terça-feira (11), o Tribunal Superior Eleitoral decidiu arquivar o processo que pedia a cassação do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior.

A ação foi proposta pelo então candidato Eduardo Braide que, discordando do resultado das eleições de 2016, alegou que o prefeito cometeu abuso de poder econômico e político, consistente na utilização da publicidade institucional massiva de obras e serviços durante período vedado, uso irregular de redes sociais e servidores públicos em favor de sua campanha, bem como uso
indevido dos meios de comunicação através do Sistema Difusora.

O processo já havia sido julgado totalmente improcedente pela primeira e segunda instâncias da Justiça Eleitoral do Maranhão.

Na sessão do dia 11/02/2020, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, definitivamente, afastar o pedido de cassação e determinar o arquivamento do

De acordo com o advogado Marcos Braid, coordenador jurídico da campanha e que atuou na defesa do prefeito Edivaldo Holanda Junior nas eleições de 2016, “essa decisão do TSE acaba, em definitivo, com o terceiro turno das eleições e qualquer pretensão de cassar o mandato do prefeito, conquistado de forma legítima nas urnas. A decisão da mais alta Corte Eleitoral do país vem comprovar a lisura do processo eleitoral e prestigiar a vontade soberana do povo”


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Pedido de cassação contra Edivaldo Holanda Júnior é arquivado pelo TSE”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. junior

    Pelo jeito vale a pena tentar ganhar a eleição de maneira ilegal, se tivesse sido condenado a perder o mandato teria ficado três anos e dois meses no poder de forma ilícita, eta justiça demorada.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários