Poder

Menina de 10 anos morre com tiro na cabeça no Piauí

Uma criança identificada como Eloisy Ferreira Cardoso, de 10 anos, morreu na noite de quinta-feira (26), com um tiro na cabeça disparado de forma acidental dentro de uma residência situada na localidade Ladeira de Terra, no povoado Santa Teresa, nas margens da PI 113, na zona Rural de Teresina.

De acordo com as primeiras informações, a menina estava manuseando uma espingarda calibre 36, que pertence ao seu pai, com outras crianças quando a arma disparou e atingiu sua cabeça. O pai da menina é um cabo da Polícia Militar, lotado na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi).

Eloisy foi socorrida e levada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas não resistiu e faleceu. Em nota, o HUT informou que a menina deu entrada na unidade de saúde às 20h35 com ferimento de arma de fogo na face e que o óbito foi atestado às 21h20.

O caso está sendo investigado pelo delegado Francisco Costa, o Barêtta, coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Em nota, a Polícia Militar do Estado do Piauí informa que, quanto ao fato ocorrido por se tratar de um crime comum, as providências legais que o caso requer estão sendo tomadas pela Polícia Judiciária, e logo, que a PMPI receber a documentação referente a ocorrência tomará todas as medidas legais cabíveis por meio de sua Corregedoria, instaurando procedimento administrativo.

Leia a nota completa abaixo.

Nota à Imprensa

A Polícia Militar do Estado do Piauí informa que, quanto ao fato ocorrido na residência do policial militar, envolvendo uma criança de 10 anos de idade, que foi vitimada por disparo de arma de fogo, espingarda cal. 36, na noite do dia 26/12/2019.

Por se tratar de um crime comum, as providências legais que o caso requer estão sendo tomadas pela Polícia Judiciária, e logo, que a PMPI receber a documentação referente a ocorrência tomará todas as medidas legais cabíveis por meio de sua Corregedoria, instaurando procedimento administrativo.

Teresina-PI, 27 de dezembro de 2019.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários