Poder

Liminar de desembargador que transferiu esposa de deputado está dentro da Lei

Após ser divulgado em meios de comunicação que o desembargador Marcelo Carvalho teria dado uma liminar beneficiando a esposa do deputado estadual Yglésio Moyses (sem partido), o Blog do Neto Ferreira teve acesso aos autos do processo e apurou que o caso não é idêntico ao que aconteceu em Caxias, onde o juiz da Comarca transferiu, por meio de decisões, inúmeros estudantes do curso de Medicina de faculdade particulares para a UEMA.

Segundo a matéria veiculada, Juliana Britto Freire Martins Soares, companheira do parlamentar, foi beneficiada de maneira parecida. Ainda de acordo com a reportagem, ela foi transferida de uma faculdade particular para outra unidade de ensino paga para cursar medicina após Carvalho proferir o despacho, o que iria de encontro com as denúncias feitas por Yglésio na tribuna da Assembleia Legislativa sobre as sucessivas liminares proferidas pelo juiz de Caxias.

Os documentos que o editor deste Blog teve acesso mostra que a decisão proferida pelo desembargador a favor de Juliana ocorreu em 2016 antes dele assumir a Corregedoria Geral de Justiça e a transferência concedida ocorreu entre faculdades particulares, portanto não há impedimento legal para isso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários