Poder

Equipamento de R$ 810 mil é encontrado sem uso em hospital do governo

Em uma inspeção realizada no Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico Dr. Luiz Alfredo Netto Guterres (CEM Diamante), no último dia 12, pela 19ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa da Saúde, foi constatado que o equipamento Fibroscan, adquirido pelo Estado do Maranhão em 2017 e que é usado para avaliar a presença de fibrose e esteatose (gordura) no fígado, encontra-se ainda sem utilização.

A vistoria, que foi coordenada pela titular da 19ª Promotoria de Justiça Especializada, Glória Mafra, faz parte de um Inquérito Civil (nº 026330-500/2018), instaurado após informação prestada pela própria Secretaria de Estado de Saúde, de que o equipamento (nota fiscal nº 8807) estava no almoxarifado do Estado do Maranhão desde o dia 13 de setembro de 2017.

O aparelho custou R$ 810 mil e foi adquirido com recursos do Ministério da Saúde, por meio do Programa Federal das Hepatites Virais. O equipamento foi encontrado pelo MPMA no CEM Diamante dentro da embalagem original.

“Este é o único aparelho existente no Maranhão. Nem mesmo na rede particular de saúde há um equipamento semelhante disponível, daí a importância de garantirmos o seu funcionamento”, afirmou Glória Mafra.

Conforme documento no inquérito civil, o Fibroscan chegou às dependências do centro médico em 29 de abril deste ano e nunca foi instalado. A informação foi confirmada pelo encarregado do almoxarifado central da Secretaria de Saúde, Haroldo Baptista, responsável pelo envio do aparelho ao CEM Diamante.

Entre as vantagens da utilização do Fibroscan para os pacientes, estão o fato de ser menos invasivo, indolor e mais seguro que a biópsia, que exige anestesia e demanda uso de leito. Além disso, o equipamento pode propiciar agilidade no atendimento e resposta do exame em tempo real (o laudo é obtido de imediato).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Equipamento de R$ 810 mil é encontrado sem uso em hospital do governo”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Anaildo

    Essa situação além de ser um crime contra a vida é também um caso de desumanidade com quem precisa desse aparelho para tratar-se de suas enfermidades…..

  2. Anaildo

    O que mas impressiona é que ninguém vai para cadeia por tamanho crime coletivo.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários