Poder

Delegado detalha ação de criminosos que mataram taxista na Divineia

O delegado Felipe Freitas da Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP) detalhou como bandidos praticaram um crime bárbaro, no bairro da Divineia, que teve como vítima o taxista José Manoel Rebelo Sousa, de 61 anos.

O taxista foi morto a golpes de faca no pescoço após ter sido torturado. O corpo foi encontrado amarrado e enterrado em uma cova rasa no fundo de uma casa abandonada, perto de onde a vítima morava.

Inicialmente, a quadrilha pretendia tomar um táxi na Cohab, mas três deles acabaram mudando de ideia e foram até um posto de táxi do retorno do Olho-d’Água. De lá foram diretamente ao cativeiro, na travessa Argentina, na Divineia, onde a vítima foi torturada.

Os quatro suspeitos capturados prestaram depoimentos à polícia nesse domingo (1º). Os presos são Cosmo Antônio de Sousa e Sousa, de 21 anos, e Tiego Medeiros Silva, de 32. Os outros dois apreendidos são adolescentes.

Segundo o delegado, Cosme Antônio vai responder por latrocínio, ocultação de cadáver e associação criminosa qualificada e Tiego vai responder por participação na ocultação de cadáver. Outros dois suspeitos estão foragidos. Eles foram identificados como Vovozinha e Gabriel conhecido como “Piloto”. O veículo roubado pelos bandidos já foi localizado e apreendido.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários