Poder

Os capelães do comunista

oantagonista.com.br

Flávio Dino, do PCdoB, tem aberto as contas públicas para contratar capelães para as forças de segurança do Maranhão, informa a Crusoé.

“Ao redor de uma muda de pau-brasil recém-plantada no jardim do Palácio dos Leões, cinco homens engravatados oram pelo crescimento da árvore.

Dias depois, no mesmo local, a sede do governo do Maranhão, uma situação semelhante: homens com fardas militares rezam de mãos dadas. À frente de ambos os eventos, públicos, estava o comunista Flávio Dino. Com uma Bíblia na mão e a outra levantada, o governador rezava de olhos fechados.

Repetia os améns bradados por pastores. Pedia para seu governo e seus seguidores serem abençoados. Protagonizadas pelo político do PCdoB, as cenas –e os pedidos– se tornaram comuns em órgão públicos e igrejas evangélicas de São Luís e do interior maranhense. Não só por temor a Deus. Para agradar às lideranças evangélicas locais, o governador reeleito em 2018 arranjou-lhes uma boquinha inusitada: nomeou capelães para as forças de segurança.”


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Os capelães do comunista”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Martha Aulete

    PCdoB junto do PT:
    Embustismo, zorra, bilontragem, vigarismo, charlatanismo, breguismo, baranguismo, Pátria-educadorismo, putismo, petismo, cafonismo, baixa-cultura, João-santanismo.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários