Poder

Esquema para desviar milhões da educação usava nomes de fantasmas em Monção

A Polícia Federal e o Ministério Público estão investigando o desvio de milhões da educação em Monção, revelou uma reportagem do Fantástico veiculada no domingo (4).

Os desvios eram feitos por meio de um esquema que usava nomes de alunos fantasmas para inchar os dados do censo escolar e conseguir mais recursos do governo federal.

Segundo a reportagem, em 2018 a Prefeitura de Monção recebeu R$ 40 milhões para investir em educação, no entanto mais da metade pode ter sido desviada.

Procurada, a secretária de Educação de Monção negou irregularidades no cadastro de alunos e disse que todos os alunos matriculados de fato estudam nas unidades escolares.

O esquema de desvios de verbas do Fundeb também é investigado em 137 municípios do Maranhão.

Assista a reportagem completa aqui


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Esquema para desviar milhões da educação usava nomes de fantasmas em Monção”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Tuntum

    TUNTUM-MA.
    Funcionários da Educação os contratados está com 3 – Meses de Salários atrasados em Tumtum e o povo passando até FOME, Prefeito e todos os Secretários é desviando Milhões e comprando AP em SL, Fazendas, Gados e o povo no sofrimento, PF podia ir em Tuntum, População pede socorro.

  2. tuntum ma

    TUNTUM MA está um caos, funcionarios fantasmas ,pagamentos de 4 meses atrasados de funcionaerios, kd o ministerio publico ?, fizeram o concurso publico nao chama os aprovados,cidade sem agua

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários