Poder

Desembargador Marcelo Carvalho renuncia pré-candidatura a presidência do TJ

O corregedor-geral da Justiça, desembargador Marcelo Carvalho, renunciou a pre-candidatura a presidência do Tribunal de Justiça do Maranhão. A informação foi confirmada pelo magistrado com exclusividade ao Blog do Neto Ferreira.

“Amigo, agradeço imensamente o seu pensamento e sua atitude de apoiar-me na próxima eleição a mesa diretora do nosso TJ! Depois da longa jornada na Corregedoria adoto o que ouvi da Des Anildes- ‘estou muito cansada-quero descansar!’ Agora amigo quero voltar aos meus filhos e filhas! Passei quase dois anos sem vê-los! Não fui justo com os meus filhos e filhas!! Deixarei para a próxima eleição se os meus queridos colegas abraçarem a minha vontade de ser Presidente do nosso honroso Tribunal! Estarei com o grupo para acompanhá-los em qualquer outra indicação !! O meu pedido é irrevogável! Será apresentado ao nosso querido Presidente do TJ”, disse o magistrado em nota aos colegas da corte.

Segundo o desembargador, a renúncia é um ato irrevogável e teve motivos pessoais como o principal fator. Marcelo Carvalho disse, ainda, que não desistiu em definitivo de ser presidente do TJ, mas que pretende disputar o cargo apenas nas eleições futuras.

O comunicado deve ser feito ao presidente do Tribunal, José Joaquim Figueiredo dos Anjos, nas próximas horas.

O corregedor estava na linha de sucessão do comando da Corte Judiciária e, provavelmente, disputaria a próxima eleição da mesa diretora com a desembargadora Nelma Sarney e o vice-presidente Lourival Serejo.

Em março, o pleno do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) elegeu, em Sessão Plenária Administrativa, os desembargadores Joaquim Figueiredo, Lourival Serejo e Marcelo Carvalho para os cargos de presidente, vice-presidente e corregedor-geral da Justiça, respectivamente, para o mandato tampão do Judiciário maranhense, correspondente ao período de 20 de dezembro de 2019 a 24 de abril de 2020.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Desembargador Marcelo Carvalho renuncia pré-candidatura a presidência do TJ”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. J Ferreira Alencar

    Fez bem, primeiro pq ele jamais ganharia, segundo pq foi um desastre na CGJ.
    Ganha os Jurisdicionados, ganha o Judiciário e os Juízes Maranhense, pra ficar melhor, aposente-se.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários