Poder

Justiça decreta prisão de motorista que matou 4 pessoas no Jaracaty

A Justiça decretou a prisão preventiva do motorista Victor Yan Barros de Araujo, de 25 anos, que dirigia um carro que saiu da Avenida Carlos Cunha, capotou e caiu em uma área residencial no Jaracaty, na madrugada deste domingo (8), em São Luís. Ele vai responder por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e segue internado em um hospital particular na capital.

Quatro pessoas morreram e cinco ficaram feridas no acidente, incluindo ocupantes do veículo e várias pessoas que comemoravam um aniversário no residencial. As vítimas foram identificadas como:

Carla Correa Diniz, agente penitenciária que deixou dois filhos
Tiana Alves Correa, que era prima de Carla
Henrique Martins Durans Neto, morador do Jaracaty
Maurício Andrey Soares, que estava no banco do carona do veículo envolvido no acidente

Segundo informações policiais, Victor Yan perdeu o controle da direção ao tentar fazer um retorno, mas testemunhas contestam a versão. A Delegacia de Acidente de Trânsito (DAT), que investiga o caso, informou que não houve teste do bafômetro no dia do acidente, mas um termo lavrado pelos militares que atenderam a ocorrência comprova que Victor apresentava sinais de embriaguez.

Ainda segundo a DAT, já foram pedidas as imagens do acidente e duas vítimas foram ouvidas. As investigações também apontam que, antes do acidente, o veículo estava a 100 km/h. A velocidade está muito acima do permitido na avenida, que é de 60 km/h.

Com informações do G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários