Poder

Jefferson Portela diz que desembargadora Nelma Sarney “acolheu mentiras”

O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, disse, em entrevista ao programa Bandeira 2, da TV Difusora, que a desembargadora do Tribunal de Justiça, Nelma Sarney, acolheu mentiras ao pedir para apurar denúncias de espionagem contra magistrados.

“Uma desembargadora daqui representa para apurar o que eles disseram, mas não nos pergunta se o que eles estão dizendo é verdade ou mentira. O documento da desembargadora Nelma [Sarney], eu li e fulminei linha por linha na minha manifestação. E digo isso olhando pra ela. Se ela tiver olha isso aqui: fulminei o seu memorando porqque acolheu mentiras de um preso e de um delegado licenciado”, afirmou o chefe da SSP.

Portela ressaltou que Nelma Sarney ao emitir o memorando ao presidente do Tribunal de Justiça, José Joaquim Figueiredo, solicitando providências no caso não perguntou se as acusações eram verdade ou mentira.

Durante a entrevista, o titular da Segurança também falou sobre os deputados federais Aluísio Mendes e Edilázio Júnior, pois os mesmos tem feito duras críticas desde quando veio à tona o escândalo de espionagem a desembargadores e políticos. Mendes conseguiu aprovar um requerimento na Câmara Federal para ouvir os delegados Thiago Bardal, Ney Anderson Gaspar e o secretário na Comissão de Segurança da Casa.

“Eu terei todo o prazer de ir a Brasília falar sobre crimes aqui no estado do Maranhão, falar sobre agiotagem, crime organizado, contrabando. Pode começar a tremer a partir de agora, na hora em que eu sentar lá em Brasília a verdade vai voar pro país todinho e não tem negócio de fazer graça não. A gente vai a Brasília dizer pro país coisas que estão escondidas aqui e esses gritos é porque tem gente aí de paletó e gravata botando gente pra trazer cigarro pra cá, envolvido com agiotagem, tirando onda de autoridade pública envolvida com o crime e estão se tremendo. O tremor se está ouvindo aí em vozes de ataque“, atacou.

Além disso, Jefferson lembrou que Aluísio já teve a prisão pedida pela Polícia Federal por vazamento de informações e que enquanto secretário de Segurança da gestão Roseana pagou por obras que ficaram pela metade.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Jefferson Portela diz que desembargadora Nelma Sarney “acolheu mentiras””

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Rodrigo silva

    Interessante esse secretário Portela, somente após as denúncias dos delegados ele vem dizer da existência de grupos criminosos formatos por pessoas engravatadas, ou seja, ele prevaricou todo este período.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários