Poder

Umbelino júnior quer impedir que motorista de coletivo acumule função de cobrador

A Câmara Municipal de São Luís deve se manifestar ainda esta semana sobre o projeto de lei do vereador Umbelino Júnior que proíbe que motoristas de ônibus e micro-ônibus acumulem a função de cobrador, ainda que os veículos possuam bilhetagem eletrônica.

A iniciativa do vereador ocorre em função da divulgada pelo Sindicato dos Rodoviários do Maranhão que cerca de 20% dos cobradores serão retirados de suas funções. A proposta foi apresentada através de uma alteração na Lei 3.676/98, onde proíbe a demissão de cobradores, após a implantação do sistema de bilhetagem automática.

Na sessão desta segunda-feira (3), Umbelino justificou sua proposição: “Quando o passageiro entra em um coletivo, a primeira placa alerta que é proibido conversar com o motorista, justamente para não tirar a concentração dele no serviço. Com o acúmulo de funções, o motorista irá precisar fazer diversas paradas para realizar o troco de cada passageiro, o que irá atrapalhar sua função. Nossa proposta é baseada justamente no que já prevê a CLT e precisamos garantir que ninguém seja prejudicado com o acúmulo de funções”, afirmou Umbelino.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários