Poder

Justiça autoriza Bardal…

Atendendo a pedido da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, da Câmara Federal, o juiz Ronaldo Maciel, da 1ª Vara Criminal, autorizou a ida do delegado Tiago Bardal para Brasília.

Bardal será ouvido pela Comissão da Câmara sobre a acusação de que o secretário de Segurança, delegado Jefferson Portela dava ordens para monitorar políticos e desembargadoras e assessores.

As acusações de Bardal também foram confirmadas pelo delegado Ney Anderson, ex-chefe de um importante departamento da Polícia Civil do Estado.

Ambos os delegados acusam o chefe da SSP de ordenar monitoramento aos desembargador Guerreiro Júnior, Nelma Sarney, Froz Sobrinho, juiz de primeira instancia, Osmar Gomes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários