Poder

Funcionários da Engebras Construções reivindicam direitos trabalhistas

Funcionários terceirizados da Engebrás Construções e Transportes denunciam o descumprimento de direitos trabalhistas.

Segundo relatos, a construtora não renovou o contrato com a Empresa Mararanhense de Administração Portuária (EMAP) e deve deixar a prestação de serviços no dia 30 de junho.

Em razão disso, a empresa deixou de regularizar os salários dos funcionários, que está em atraso há algum tempo. Os denunciantes afirmaram também que há várias pessoas com 3 férias vencidas, não há registros de depósitos do FGTS, entre outras irregularidades.

“Esperamos que a EMAP faça o bloqueio dos valores em dinheiro que a empresa Engebras ainda tem a receber em seu contrato para garantir o pagamento de todos os funcionários, pois os mesmo tem um sindicato que os representa e exige que os repasses sejam feitos, as rescisões sejam calculadas no sindicato da construção Civil”, disseram os terceirizados


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários