Poder

Presidente do TJ exige investigação sobre espionagem de desembargadores

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), José Joaquim Figueiredo dos Anjos, exigiu uma investigação rigorosa para apurar as denúncias feitas pelo ex-delegado Tiago Bardal e ex-chefe do Departamento de Combate ao Crime Organizado, delegado Ney Anderson, sobre espionagem e tentativa de investigação de desembargadores e juízes do TJ.

“Tendo em vista matérias publicadas no Blog do ‘Neto Ferreira’ em que o ex-delegado de Thiago Bardal e o delegado Ney Anderson Gaspar acusam, reiteradamente, o Secretário Estadual de Segurança Pública do Estado do Maranhão, Jefferson Portela, de ter determinado suposta espionagem ilegal contra desembargadores e juízes, o Tribunal de Justiça, no exercício de suas funções constitucionais, vem a público e perante as autoridades exigir uma rigorosa e imparcial investigação de tais denúncias”, afirma a nota oficial emitida pelo desembargador.

O magistrado resolveu se manifestar após a divulgação de uma série de acusações direcioandas ao chefe da SSP por Bardal e Gaspar, onde revelaram ordens para investigar, monitorar e colocar escutas ilegais em carros de desembargadores. Além disso, Portela está sendo acusado de espionar familiares dos magistrados.

As denúncias afirmam que o auxiliar do governador Flávio Dino teria chamado juízes de bandido.

Leia também __________________________________

Delegado revela ordem de Portela para monitorar Guerreiro e grampear filhos de desembargadores

Delegado diz que secretário de Segurança mandou investigar 4 desembargadores


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Presidente do TJ exige investigação sobre espionagem de desembargadores”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. José Miranda

    tem que investigar também os contratos da garagem da ssp com manutenção de viaturas o ministério público irá encontrar muitas fraudes.

  2. natan

    Há muita hipocrisia nesse País. Todos sabem que a grande maioria dos desembargadores aceita a corrupção como algo normal e que atendem a pedidos de políticos visando algum benefício. Basta meia hora de investigação séria para provar. Isso acontece em todos os tribunais do País, e muitas vezes com juízes de primeiro grau, infelizmente. E se realmente investigou, deve saber de muita coisa, porque não é difícil detectar atos ilegais nesse tribunal. Se o “guardião” entrou em ação, e essas escutas foram preservadas, o Tribunal pode requisitar. Mas não vai fazê-lo. Em resumo, não vai dar em nada. Vai ficar do jeito que está, porque todos tem a mesma prática.

    O Brasil é um País corrupto em todos os poderes, em Ministérios, no Legislativo, em Secretarias, prefeituras, câmaras….A corrupção é geral e todo mundo faz de conta que não sabe. Se duvidar, até o blogueiro e eu somos corruptos, porque está na raiz do Povo Brasileiro.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários