Poder

Josimar pede mais diálogo pela aprovação da Reforma da Previdência

Na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, o deputado federal Josimar Maranhãozinho (PR-MA), destacou alguns pontos importantes da Reforma da Previdência que devem ser melhor avaliados. O parlamentar enfatizou ainda a importância da apreciação e votação da reforma.

Maranhãozinho afirmou estar preocupado com a possibilidade da retirada de alguns direitos trabalhistas, em especial dos agricultores, professores e beneficiários de programas sociais, BPC (Benefício de Prestação continuada).

A desigualdade social no país também foi pontuada, inclusive dentro das profissões. “Podemos ver a desigualdade social na profissão de agricultor, pois o agricultor não é só aquele que é assentado, esse sim, está acolhido porque pode buscar um banco e pedir crédito.

E aquele agricultor que não tem terra e trabalha no que é alheio? O único conforto que tem é quando chegar a idade certa receber o benefício da aposentadoria.”

Na sua visão, a solução para as dificuldades que o país enfrenta deve começar nessas comissões, ele criticou com veemência a Previdência Própria. “Eu quero criticar a nossa Casa, porque não era para haver Previdência própria. Quando eu assumi o mandato em fevereiro, fui perguntado se iria aderir à Previdência da Casa ou se ficaria na Previdência do INSS. Fiquei lá, na Previdência do INSS.”

Finalizando o seu posicionamento o deputado maranhense ressaltou que é preciso mais diálogo, sem pressa para aprovar a reforma, destacou ainda algumas bandeiras de luta do PR que são os direitos dos professores, a garantia do BPC, que é um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família e dos trabalhadores rurais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários