Poder

Auditoria aponta indícios de irregularidades em licitações milionárias de Alto Alegre

O Departamento Nacional de Auditoria do SUS (DENASUS) constatou uma série de irregularidades em 2 processos licitatórios da Saúde de Alto Alegre do Maranhão, que é comandada por Emmanuel da Cunha Santos Aroso Neto, o Maninho de Alegre.

Segundo relatório obtido pelo Blog do Neto Ferreira, em 2017, a Administração Municipal realizou dois Pregões Presenciais para compra de medicamentos e fornecimento de combustíveis com total de R$ 3.615.698,08 milhões.

Ao analisar a farta documentação, os técnicos do Denasus descobriram que em ambas licitações não foi feita uma justificativa detalhada da necessidade da aquisição dos objetos a serem contratados.

Ainda de acordo com o relatório, para obter o fornecimento de combustíveis, o Executivo Municipal não fez pesquisa de preço com mais de 3 empresas, que não atente ao Acordão nº 1547/2007 do TCU, que orienta a realização de pesquisa no mercado em, pelo menos, três orçamentos de fornecedores distintos.

A pesquisa foi feita apenas com as empresas Caxuxa Empreendimentos LTDA – ME e Posto Americano LTDA, mas somente a Caxuxa participou do certame e sagrou-se a vencedora do contrato, que tinha valor estimado em R$1.864.555,00 milhão e atenderia as Secretarias de Saúde, Educação, Administração e Assistência Social.

O Denasus diz também que não foram encontrados documentos que justifiquem os quantitativos utilizados, nos quais serviram de embasamento para o pedido de aquisição.

Já no processo licitatório que visava a aquisição de medicamentos, os auditores do SUS constataram que o contrato de e R$1.611.934,59 milhão firmado com a empresa Brasil Hosp Produtos Médicos e Hospitalares Ltda não havia cláusulas que estabeleciam a obrigação, pela contratada, de manter as condições de habilitação durante a execução do mesmo.

Procurados pelo Denasus, os gestores da Saúde não apresentaram respostas sobre o caso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Auditoria aponta indícios de irregularidades em licitações milionárias de Alto Alegre”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Victor

    Isso é o de menos! Manda investigar os contratos com Sovita (para “recuperaçao de créditos tributários”) ou ocm Albatroz (para reforma da prefeitura) ou a licitacao para controle interno dos últimos anos! Todas ligadas ao auditor do TCE Gonçalves Neto, que vende “aprovaçao de contas” para um monte de prefeitos…

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários