Poder

TCU diz que 86% dos cargos em estatais têm salários superiores a vagas do setor privado

O Tribunal de Contas da União (TCU) julgará no próximo dia 27 uma auditoria segundo a qual 86% dos cargos em empresas estatais oferecem salários superiores a cargos semelhantes no setor privado.

A auditoria, relatada pelo ministro Vital do Rêgo, foi feita em remunerações pagas por 104 estatais não dependentes do Tesouro Nacional.

Ainda conforme a auditoria, os salários em 43% dos cargos nas estatais chegam a superar o dobro do valor pago em cargos semelhantes na iniciativa privada.

A auditoria

O levantamento analisou as remunerações pagas a 376 ocupações em 104 estatais não dependentes do Tesouro, entre as quais Banco do Brasil, Correios, Furnas e Petrobras.

Essas estatais não têm orçamento vinculado ao Orçamento Geral da União (OGU) e, por isso, não precisam obedecer o teto constitucional para remuneração, atualmente em R$ 39,2 mil.

A auditoria analisou a remuneração paga a 459 mil funcionários públicos. O pagamento a esses funcionários somou em 2016 R$ 44 bilhões.

Os dados das estatais foram comparados com os dados Relação Anual de Informações Sociais (Rais), enviados pelas empresas.

A comparação levou em consideração a região das empresas, ramo de atuação e tamanho, informou a área técnica do TCU.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários