Poder

Medicamentos vencidos são encontrados em almoxarifado de Alto Alegre

Prefeito de Alto Alegre, Maninho.

Medicamento vencidos foram encontrados durante uma fiscalização do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (DENASUS) na Secretaria de Saúde de Alto Alegre do Maranhão.

Segundo relatório obtido pelo Blog do Neto Ferreira, a inspeção ocorreu no Almoxarifado Central do Centro de Saúde Ozima Batista Bezerra Vieira, em 08 de junho de 2018, e no local, além de medicamentos, também foram encontrados materiais hospitalares com data de validade vencida.

“A visita realizada Almoxarifado Central da Prefeitura Municipal de Alto Alegre do Maranhão, onde são armazenados e distribuídos os materiais e medicamentos adquiridos para a Secretaria de Saúde, constatou a fragilidade nos mecanismos de controle na recepção/recebimento dos medicamentos e materiais, falta de gerenciamento de estoque, inexistência de inventário e ausência de sistema de controle informatizado ou manual, demonstrando a fragilidade dos mecanismos de controle no Almoxarifado”, ressaltou a equipe de auditoria do SUS.

A Prefeitura não apresentou qualquer justificativa para explicar a situação.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Medicamentos vencidos são encontrados em almoxarifado de Alto Alegre”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Marquinho Ferwetto

    Estilo PT de ser…

    o PT…

    Fim do drama político, desmoronando-se.

    Eu sou sua fonte de inspiração,
    Veias que pulsam com medo.
    Dissipando com clareza ideológica a maior escuridão.
    Eis aí por que veio o PT.
    Estou comandando a construção de sua submissão.

    Experimente-me e você verá!
    Mais um pouco é tudo que você precisa…

    Você é a existência a viver de como eu estou a moldá-lo.

    Venha rastejando rápido.
    Obedeça a seu mestre!
    Sua vida queima mais rápido,
    Obedeça a seu mestre!

    Mestre!

    Mestre das Marionetes! Sou eu quem controlo suas cordinhas!
    Certo? Retorcendo sua mente e esmagando seus sonhos.

    Cego por mim, você não vê nada.
    Apenas chame por meu nome, pois eu ouvirei o seu grito:
    Mestre!
    Mestre!

    Tirei 20 milhões da pobreza. Obedeça!

    Apenas chame meu nome, porque eu o ouvirei gritar:

    Mestre!
    Mestre!

    Vamos construir o seu caminho. Nunca traia, por favor!
    Nosso domínio se tornando mais claro.
    Monopólio da dor, miséria ritualística.
    Atire seu café da manhã em um espelho, por favor!, em nome do Partido!

    Tente me provar e você verá.

    Você é dedicado a nós, beleza?
    Venha rastejando o mais rápido.
    Obedeça cá seu mestre.
    Caso contrário, sua vida queimará mais rápido.

    Obedeça seu mestre.
    Grite:
    Mestre!

    Sou o Mestre dos Bonecos: eu estou manipulando suas cordinhas. Retorcendo sua mente e moldando seus sonhos.

    Cegado por mim, você não pode ver nada.

    Apenas chame meu nome, porque eu te ouvirei gritar:
    Mestre!
    Mestre!

    Apenas chame meu nome, porque eu te ouvirei gritar:
    Mestre!
    Mestre!

    Ô meu Mestre,
    Cadê os sonhos que eu estava a ter?

    Mestre, mestre!
    Você prometeu apenas mentiras.

    Risos, risadas,
    Tudo que ouço e vejo é riso.
    Risos, risadas,
    Rindo dos meus gritos de dor.

    [Onde está o sonho que estava a procurar, mestre?]

    Te digo:
    Pelo inferno, vale tudo isso.
    Meu habitat natural.
    Brasil? Labirinto sem fim!

    Agora, você está à deriva em dias ímpares.
    Assim sua vida está “fora da temporada”.
    Você já era, mané!

    Eu o manterei ocupado,
    Eu o ajudarei a morrer,
    Eu correrei até você.

    Eu vou te ocupar, o.k.? Sua mente com minhas frases:
    “Minha Casa Minha Vida”.

    O inferno vale a pena!
    Eu vou ajudá-lo a morrer:
    “Pátria Educadora”.

    Portanto, agora eu te governo.

    Venha rastejando rapidinho.
    Obedeça a seu mestre aqui.
    Ou, então, sua vida queimará mais rápido.
    Obedeça seu mestre!

    [Você ri dos meus gritos, mestre!
    Me ajude aí.].

    Não adianta reclamar! Eu estou puxando suas cordinhas.
    Destorcendo sua mente e manipulando seus sonhos.

    Eu sou o PT!

    Cego por mim, você não pode ver nada.
    Apenas chame meu nome, porque eu te ouvirei gritar assim:
    Mestre!
    Mestre!
    Apenas chame meu nome, porque eu te ouvirei gritar assim:
    Mestre
    Mestre

    Ha! ha! ha!
    Ha! ha! ha!

    Meu nome, pois eu o ouvirei gritar: Mestre,
    Mestre.

    Meu nome, apenas chame o meu nome e eu o ouvirei gritar: Mestre,
    Mestre.

    Mestre!, Mestre!, onde está o sonho que tenho procurado?

    Venha rastejando rápido. Obedeça!
    Vou ajuda-lo morrer.
    Vou “correr” com você, agora que ganhamos!

    Agora eu governo você.

    [Onde está o sonho que eu estava a procurar, mestre?]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários