Poder

Policial militar é preso por envolvimento na morte de 3 adolescentes em São Luís

O soldado da Polícia Militar, Hamilton Caires Linhares, lotado na Companhia de Operações Especiais (COI), foi preso por envolvimento na morte de três adolescentes na comunidade Coquilho, zona rural de São Luís.

Hamilton foi preso pela PM ao se apresentar para trabalhar na COI, na manhã dessa segunda-feira, 7. Ele já estava acompanhado de advogado.

As investigações apontaram que dos três PMs, um estava armado e teria deixado cair o celular ao lado do corpo dos menores, que foram assassinados no dia 03 e tiveram os corpos achados no dia seguinte.

Entenda o caso

Na última quinta-feira (3), os jovens Gildean Castro Silva, de 14 anos, Gustavo Feitosa Monroe, 18, e Joanderson da Silva Diniz,17, foram assassinados em uma região de mato no bairro Coquilho, zona rural de São Luís. A princípio, segundo a polícia, todos foram mortos por arma de fogo com tiros na nuca. A primeira suspeita é de que vigilantes de uma área de construção da região teriam cometido o crime.

Após buscas, os parentes encontraram os corpos dos adolescentes por volta das 11h desta sexta (4). Depois do caso, moradores se revoltaram e incendiaram dois ônibus que fazem o transporte dos funcionários das construtoras da obra.

A população também incendiou o setor administrativo dos condomínios, quebraram portas, janelas e pias das casas que estão sendo construídas. Por fim, moradores ainda bloquearam ruas do bairro com galhos para impedir a passagem de veículos.

Já sexta-feira, a Polícia Civil começou a ouvir parentes das vítimas, além de funcionários da empresa de vigilância que presta serviço na obra do ‘Minha Casa, Minha Vida’ do bairro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários