Poder

Apoiadores de Bolsonaro derrotados no Maranhão miram eleições de 2020

A onda bolsonarista que tomou conta da maior parte do Brasil, elegendo assim diversos candidatos do PSL, não conseguiu obter vitórias significativas no Maranhão durante o pleito de 2018.

Em razão disso, lideranças do partido do presidente da República no Estado já iniciaram uma espécie de corrida para as eleições de 2020 e estão flertando com nomeações no novo governo federal.

Após a posse de Bolsonaro, a candidata ao governo pelo PSL no Maranhão, Maura Jorge, viajou para Brasília para pleitear cargos, segundo informou o presidente do PSL-MA, Francisco Carvalho.

De acordo com Maura, a viagem até a capital federal é para conversar com os ministros com o objetivo de mostrar a necessidade de atenção sobre os órgãos federais, para que eles não sejam usados como instrumento de manipulação política.

Samuel de Itapecuru, candidato ao Senado, já colocou o seu nome à disposição para disputar pelo PSL a Prefeitura de São Luís no ano que vem.

Outras lideranças da legenda maranhense ainda nutrem uma esperança de obter algum cargo no governo Bolsonaro, como é o caso do presidente do partido, Francisco Carvalho.

“Estou aguardando, como presidente do partido, que estive à frente da candidatura de Bolsonaro aqui no Maranhão. Estou esperando ser chamado. Eu não vou atrás. Se não for chamado, paciência, disse Carvalho.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários