Poder

Assessor de comunicação e carcereiro são presos por corrupção em Esperantinópolis

Carcereiro Raimundo da Silva Barros e assessor de Comunicação, Ronaldo de Sousa Santos,.

O assessor de Comunicação, Ronaldo de Sousa Santos, e um carcereiro, Raimundo da Silva Barros, foram presos na terça-feira (17) pela Superintendência de Combate à Corrupção (SECCOR) suspeitos vender ilegalmente motocicletas apreendidas pela delegacia de Esperantinópolis.

Ronaldo é assessor da Prefeitura e Raimundo é assistente na unidade policial da referida cidade.

Segundo informações policiais, além de atuar na venda de motos, a dupla exigia dinheiro a vários familiares de presos ali custodiados para obterem a liberdade.

Raimundo já havia sido detido anteriormente no dia 19 de junho em uma mega operação em Esperantinópolis, onde cerca de 50 pessoas foram conduzidas à sede da Promotoria de Justiça para prestar depoimento, sendo que ele foi preso por porte ilegal de arma de fogo.

As investigações continuam para apurar a participação de outros envolvidos. Essas prisões fazem parte da operação que tem como objetivo apurar detalhadamente supostas irregularidades no que diz respeito à corrupção envolvendo veículos apreendidos no município.

Ambos foram encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários