Poder

O contrato de R$ 5 milhões da Secretaria de Meio Ambiente

Marcelo de Araújo Costa Coelho, secretário de Estado do Meio Ambiente (SEMA), vem pagando contrato de cifras milionários que originou-se ainda em 2017 com a empresa Agrasty Construções Ltda, de propriedade de Ricardo Pereira Barros e Maria Raimunda Serra Pinto Barros.

Assinado em junho do ano passado, o contrato reza pagamento em valor global de R$ 5.2 milhões de reais. Valo global refere-se ao que pode chegar a ser gasto.

O valor contratutal tem finalidade de prestação de serviços de engenharia, com fornecimento de mão de obra, equipamentos e materiais necessários, para a construção do Parque Centenário, no
município de Balsas, conforme publicado no Diário Oficial.

Em 2017, a empresa recebeu R$ 2.680 (dois milhões e seiscentos e oitenta mil e neste ano o secretário Marcelo Coelho repassou mais R$ 2.859 (dois milhões, oitocentos e cinquenta e nove mil). Na soma dos valores, a empresa Agrasty Construções já recebeu R$ 5.5 milhões da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA).

sema


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “O contrato de R$ 5 milhões da Secretaria de Meio Ambiente”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. jose carlos silva

    Ricardo Pereira barros é um empresário muito correto. É irmão do nobre deputado Max Barros.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários