Poder

Mariano relatou que comprou geladeira, fogão e frigobar para Secretaria de Saúde

O médico Mariano de Castro Silva, que exercia cargo de assessor especial da Secretaria Estadual de Saúde do Maranhão (SES), relatou, em carta escrita à mão (reveja íntegra) quando estava preso Complexo Penitenciário de Pedrinhas , diversas compras com seu cartão de credito pessoal para equipar unidades hospitalares do estado.

Em determinado trecho da carta, o médico faz afirmações estarrecedoras do que pode-se caracterizar uma desmoralização da administração pública governamental e detalha ter comprado, inclusive, eletrodomésticos que foram colocados na Secretaria de Saúde.

“Em são Luís, que comprava era Danielle Aschoffi – trabalhou em 2017 como minha ajudante, na hora que precisava de alguma, ela pegava o orçamento e eu pagava… Ex… Produtos para casas de apoio de pacientes psiquiátricos do município de São Luís, produtos para o hospital geral como bebedouros, suporte, notebook, armários? Ela tem a relação paga no meu cartão… Comprei também geladeira, fogão e frigobar para SES… Comprei também produtos e equipamentos para o hospital Genésio Rego…”

Preso na Operação Pegadores e apontado pela Polícia Federal como um dos principais operadores do esquema que desviou mais de 18 milhões da saúde do governo Flávio Dino, Mariano foi encontrado morto na noite de quinta-feira (12), no apartamento em que cumpria prisão domiciliar no bairro de Ininga, em Teresina-PI.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários