Poder

Escândalo: operador delata que ‘ordem’ para pagar caixão e translado partiu do Palácio dos Leões

A ordem para efetuar o pagamento relativo caixão e translado para membro do PCdoB Nacional partiu do Palácio dos Leões, segundo carta escrita à mão pelo médico Mariano de Castro Silva, que exercia cargo de assessor especial da Secretaria Estadual de Saúde do Maranhão (SES).

Preso pela Polícia Federal no âmbito da Operação Pegadores, Mariano escreveu a carta obtida com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira – quando estava encarcerado no Complexo Penitenciário de Pedrinhas (reveja) -, detalhando o orçamento de R$ 11 mil reais da compra e envolve, também, dra. Karina e o secretário de Estado de Saúde, Carlos Lula. O médico relata pagamentos a empresa Prima, de propriedade de Augusto, e diz que os valores pagos são relacionados a serviços de placas internas da SES.

Mariano, que foi apontado como operador da Saúde do governo Flávio Dino, delata o Palácio dos Leões e diz que o corpo foi levado de São Luís para outro estado. “Depois que Idac saiu que pagava caixão, passei a assumir algumas funções, por pedido da dra Karina/dr Lula – vindo do Palácio…Paguei R$ 11 mil reais para urna e translado um corpo de São Luís para outro estado… transferi da minha conta para funerária foi replicado”, diz trecho da carta bombástica.

A carta contem dez laudas e traz informações comprometedoras da classe política e empresarial com citações nominais de autoridades do estado como – por exemplo -, o governador Flávio Dino (reveja), auxiliares do executivo estadual e deputados, mas isso será publicado em outras reportagens.

Procurado, a assessoria do governo ainda não se manifestou sobre assunto.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Escândalo: operador delata que ‘ordem’ para pagar caixão e translado partiu do Palácio dos Leões”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Renato

    Isso tem que ser apurado com maior rigor, Belo trabalho jornalístico!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários