Poder

Contrabando: juiz federal manda soltar delegado Bardal, coronel Francalanci e outros

O juiz federal Luís Regis Bomfim Filho, da 1ª Vara Criminal da Justiça Federal no Maranhão, mandou soltar o delegado de Polícia Civil, Thiago Bardal, os policias militares e o ex-vice-prefeito de São Mateus, Rogério Sousa Garcês Garcia. Eles foram denunciados por integrarem organização criminosa especializada no contrabando de cigarros e descaminho de bebidas para São Luís (reveja).

No despacho obtido pelo Blog do Neto Ferreira (baixe aqui), o magistrado aplicou ao delegado Bardal, major Luciano Fabio Farias Rangel, Joaquim Pereira de Carvalho Filho e o ex-vice-prefeito Rogério, fiança de R$ 30 mil reais. Para o coronel Reinaldo Elias Francalanci e soldado Fernando Paiva Moraes Júnior, foi afiançado R$ 15 mil reais. Também foi revogado as prisões de Galdino do Livramento Santos e Evandro da Costa Araújo.

A decisão, proferida nesta segunda-feira (30), determina o recolhimento domiciliar no período noturno e nos finais de semana, comparecimento periódico ao Juízo para informar e justificar as atividades, proibição de manter contato com os demais denunciados ou eventuais investigadores, monitoramento eletrônico e suspensão de exercício da função pública, sem prejuízo de eventual tramitação de procedimento administrativo disciplinar.

Luís Regis Bomfim Filho proferiu despacho 10 dias após reportagem exclusiva deste blog do qual revelou o vídeo da audiência do polícia militar Fernando Paiva Júnior, afirmando que foi coagido (reveja) pelo secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, a envolver no esquema de contrabando dois delegados e o deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

7 comentários em “Contrabando: juiz federal manda soltar delegado Bardal, coronel Francalanci e outros”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Tito livio

    Justiça feita.
    Depois da coação que jerferson portela em face do soldado paiva obrigando a fazer uma delação premiada até o juiz federal percebeu a armação desse secretário.
    Parabens a justiça federal pela imparcialidade.
    Esse secretário não possui mais condições moral e técnica de permanecer no cargo.

  2. Patrícia Silva

    Ninguém percebe que esse secretário é um Desequilibrado, tem que Haver uma maneira de parar esse Jefferson Portela , pois ele acha que pode tudo.

  3. André Moraes

    Justiça foi feita.
    Esse Bardal q não se contentou com o seu salário
    de quase 30.000 deixou-se levar pela ambição.
    Rangel e Francalaci, toda a PM sabe q os dois roubam
    o céu com as estrelas. Dois ladroes filhos da puta q mancham
    a farda q vestem. Queimados total na PM.Infelizmente
    esses canalhas foram soltos porque o Brasil não ê um país sério
    Mais um dia eles irão pagar caro seja aqui terra ou seja no whats n
    inferno.

  4. André Moraes

    Justiça foi feita.
    Isso não tem nada com o secretário de segurança.
    O trio parada dura ( Bardal, Rangel e Francalanci)
    são canalhas sem escrúpulo algum. Ainda teve a mulher de um
    bandidos q estava se humilhando num blog aí desses da viada.
    Rangel e Francalanci são bandidos natos.
    Toda a PM sabe disso.

  5. TMeneses

    Neto, parabéns por ser um jornalista que bem informa. Leio sempre seu blog.

  6. netoferreira

    Muito obrigado

  7. Magnussen

    Portela é um arrogante e incompetente.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários