Poder

Advogado diz que tenente coronel Emerson seguiu ordens de um coronel do comando

O advogado Edilson Máximo, que representa o Tenente Coronel Emerson Farias, revelou em reportagem de Alex Barbosa, da TV Mirante (reveja a matéria completa), que seu cliente não tomou iniciativa única ao distribuir o Memorando que visava monitorar adversários políticos do governo Flávio Dino (PCdoB).

“Eu não to autorizado a falar a respeito desse caso, mas eu posso adianta pra vocês que o coronel Emerson em momento algum reduziu autorizou qualquer documento”.

Questionado pelo reporter sobre o envio do memorando, Máximo foi irônico: “como que um tenente coronel vai da ordem para um coronel?”.

O causídico disse, também, que no momento certo o militar se manifestará e declinará o nome de quem deu a ordem para que fosse distribuído o memorando.

Alex Barbosa indagou se a ordem partiu de cima. Na ocasião, o advogado disse que partiu de um coronel a Polícia Militar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Advogado diz que tenente coronel Emerson seguiu ordens de um coronel do comando”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Tito livio

    Com certeza.
    Todos nós sabemos que a Polícia Militar tem como fundamento primordial a HIERARQUIA.
    O tenente coronel só iria redigir esse documento com autorização de um superior que no caso seria um coronel.
    Esse secretário jeferson portela é muito inocente ou se faz, afirmando em rede nacional que o comando da pm nao sabia desse ofício.
    Isso demonstra que esse secretário perdeu o controle da policia militar não tendo mais condições moral de permanecer no cargo.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários